Sinfarpe consegue reverter justa causa!

Publicado em Terça, 02 Julho 2019 18:35

 

O profissional farmacêutico foi despedido por justa causa do Hospital Esperança, sob a argumentação de que teria agido com mau procedimento, ou seja, conduta culposa que atinja a moral, sob o ponto de vista geral, prejudicando o ambiente laborativo ou as obrigações contratuais.

O profissional adoecera durante a semana, contudo, no sábado foi visto, por um superior hierárquico, numa rede social, em seu dia de folga, num camarote carnavalesco.

Ao procurar o sindicato, a assessoria jurídica ajuizou ação para reverter a demissão e conseguiu provar que toda justificativa da empresa baseou-se em meras suposições, restando cristalino que a empresa agiu de forma desproporcional e com abuso do uso de direito.

Em face da reversão da justa causa, o profissional receberá aviso prévio proporcional ao tempo de serviço; férias proporcionais + 1/3, gratificação natalina proporcional, FGTS + 40% e multa moratória prevista no artigo 477 da CLT.

Sindicato é para lutar. Nenhum direito a menos!

Jurídico Sinfarpe